O Natal à Volta da Mesa!

Bloggers
Alegro

Por Sweet Gula

E assim, de repente, chegámos ao último mês do ano. Começa a contagem decrescente para entrarmos num novo ciclo. Mas até lá vamos aproveitar cada um dos dias tão esperados deste mês de Dezembro, um mês de festas, de convívio, de alegria e que traz consigo aquele momento tão aguardado por milhares de famílias. O Natal está aí e por isso vamos agradecer e celebrar com aqueles que mais gostamos!

Aonde quer que vamos, é difícil ficar indiferente ao ambiente natalício que se faz sentir. Os enfeites nas ruas, as montras das lojas decoradas a preceito, as luzes a piscar, o cheiro dos sonhos de Natal e do bolo-rei nas pastelarias, as músicas e os cânticos característicos desta quadra que ecoam nos centros comerciais e toda a azáfama em busca do presente perfeito. Tudo é válido para trazer mais cor e alegria a esta festa que não é só e apenas uma celebração religiosa mas também um momento de paz e reflexão, um momento de reencontro e celebração entre familiares e amigos.

Lá em casa acende-se a lareira, é chegada a altura de montar a árvore de Natal e preparar o presépio com os mais novos. Escolhem-se as figuras mais lindas e dá-se uma nova oportunidade àquelas que se apresentam já incompletas pelo desgaste do tempo, mas que ainda assim resistem. Escrevem-se alguns postais e começam-se a embrulhar os presentes. Mas os melhores momentos desta quadra são inevitavelmente passados à volta da mesa, revisitando os sabores mais tradicionais, degustando as mais deliciosas receitas de família que vão passando entre gerações.

Os preparativos para a mesa da consoada começam muito cedo. Afinal de contas vamos ter a família reunida e o objectivo é apresentar a mesa de Natal perfeita, arrancar sorrisos, despertar emoções e proporcionar conversas demoradas entre memórias, em torno das refeições. O delicioso bacalhau cozido com batatas, ovo e couve, regado com o melhor azeite novo, o polvo ou o galo capão ou ainda o tão aguardado peru recheado, fazem as delícias de todos na noite especial. E claro, nunca poderá faltar a sempre presente mesa dos doces. Num ambiente perfumado de açúcar e canela irá ser difícil resistir ao arroz-doce caseiro que só a avó sabe fazer, às azevias oferecidas pela tia, as rabanadas, a aletria, os sonhos de abóbora, os coscorões e sem esquecer o bolo-rei, de preferência acompanhado por um copo de vinho do Porto. São tantas as iguarias que o difícil mesmo será saber por onde começar e o melhor é fechar os olhos à dieta durante alguns dias e saborear as melhores receitas tradicionais portuguesas.

E finalmente chega o momento que desperta em nós as memórias da infância, o brilho que se forma nos olhos das crianças e a alegria de quem recebe e quem dá na hora de trocar os presentes. Não há nada que se compare ao prazer de podermos oferecer um presente caseiro e personalizado, algo único que foi feito com amor por nós e com carinho a pensar em alguém. E se for um presente comestível tanto melhor. Ideias não faltam, desde os licores, os chás, os azeites aromatizados, os sais para temperar os cozinhados, os bolos no frasco, aquelas trufas deliciosas que recebem sempre elogios ou mesmo umas bolachas com sabor a Natal, perfumadas pelas especiarias. A ideia é arregaçar as mangas, colocar as mãos na massa e preparar aquelas bolachas deliciosas e assim adoçar a boca de alguém a quem, à partida, sabe que irá arrancar um sorriso. Faça um embrulho especial, escreva uma dedicatória e surpreenda aquele amigo ou familiar, pois ninguém fica indiferente a um presente caseiro e carregado de significado. A minha sugestão vai para umas deliciosas e coloridas Estrelinhas de Natal, amanteigadas e perfumadas pelo gengibre e a canela e que irão agradar quer a miúdos quer a graúdos. Fiquem com a receita:


Estrelinhas de Natal

Ingredientes:
| 200 g de farinha s/ fermento
| 1 c. (chá) de fermento
| 1 pitada de sal
| 1 c. (café) de canela em pó
| 1 c. (café) de gengibre em pó
| 1 c. (café) de noz-moscada
| 150 g de manteiga
| 100 g de açúcar amarelo
| 1 ovo
| 1 c. (chá) de extrato de baunilha
| rebuçados de fruta de vários sabores

Preparação:
Pré-aqueça o forno a 180ºC.
Forre um tabuleiro com papel vegetal e reserve.
Triture grosseiramente os rebuçados de fruta, usando um martelo de cozinha ou um robot.
Numa taça misture a farinha com o fermento, o sal, a canela, o gengibre e a noz-moscada.
À parte bata a manteiga com o açúcar. Junte o ovo e continue a bater para misturar.
Aos poucos vá adicionando a mistura de farinha enquanto mexe com uma colher de pau.
Junte o extrato de baunilha e amasse até conseguir formar uma bola de massa moldável.
Transfira a massa para uma bancada enfarinhada e estenda-a com o rolo até atingir a espessura de cerca de 0,5cm.
Use um cortador de bolachas em forma de estrela e corte porções de massa, dispondo-as no tabuleiro.
Com um cortador idêntico, mas de menor tamanho, volte a cortar cada porção de massa.
No centro de cada bolacha coloque uma porção de rebuçados triturados na cor desejada.
Leve ao forno durante 15 minutos ou até que as bolachas comecem a ficar douradas.
Deixe arrefecer completamente à temperatura ambiente.
Guarde em sacos, frascos ou caixas herméticas.

 

Célio Cruz, autor do BlogSweet Gula

Tags
  • natal
  • 2016
  • sweet gula
  • bloggers
Gostou deste artigo?
Be Social

Alegro Alfragide

Conheça o Centro Comercial Alegro Alfragide, as lojas, os sitios onde comer, os espaços onde descansar.

Saber Mais Outros Centros & Galerias Comerciais