Ver todos os artigos Let´s Talk

Lifestyle

Livros de Romance

14 Maio, 2022 Manuel Clemente

Cinco livros de romances que nos mudam para sempre

São vários os momentos das nossas vidas que nos levam a constatar a velocidade a que o tempo teima em passar. O ritmo do dia a dia só nos dá tréguas quando um determinado evento nos obriga a suspirar um “a vida é curta”. É nesses momentos que contabilizamos os países que não visitamos, as palavras que não dissemos e os livros que não lemos.

A verdade é que em tempos tão dinâmicos como os nossos, onde a tecnologia assume um papel tão central, cada vez sobra menos disponibilidade para um momento a sós connosco.

Nestas raras ocasiões, em que temos o privilégio de “controlarmos” os ponteiros do nosso relógio, proponho-te que marques um encontro contigo, apenas na companhia de um bom livro de romance.

Depois de te sentares confortavelmente, com uma caneca de chá por perto, convido-te a espreitar pelo menos uma das cinco sugestões de romances que preparei para ti. Desde clássicos a títulos acabados de sair, são obras que nos ensinam, que nos elevam e que, de alguma forma, moldam o nosso olhar sobre a vida e, invariavelmente, mudam-nos para sempre.

Garanto-te que, qualquer que seja a tua escolha, assim que viajares por essas páginas, nunca mais voltarás a ser a mesma pessoa.

Bons romances para ler

Livros de Romance: A Insustentável Leveza do Ser

Um livro de romance que muda a nossa forma de saborear a vida

A Insustentável Leveza do Ser de Milan Kundera

Quando a conversa é sobre livros de romance que mudam vidas, é impossível não me lembrar imediatamente desta obra emblemática do século XX, do escritor checo francês Milan Kundera.

Este é um daqueles raros romances que ganhou o título de obra-prima ao tornar-se intemporal e capaz de tocar diferentes gerações.

Dada a profundidade e densidade do enredo, fazer um resumo destas páginas acaba por ser um desafio injusto. O que posso garantir é que a magia deste livro está na forma simples com que o autor aborda questões filosóficas complexas sobre a existência humana. Para ler e reler, sem dúvida.

Livros de Romance: O Ano do Pensamento Mágico

Um romance que nos ensina a importância de agradecer

O Ano do Pensamento Mágico de Joan Didion

"Sentam-se para jantar e a vida como a conhecem termina". Numa noite de Dezembro, Joan Didion, a autora deste livro de romance, e o seu marido John, juntam-se à mesa e eis quando, no silêncio que se instala, John morre de ataque cardíaco.

Ao longo destas páginas, Joan permite-nos presenciar como viveu a perda do seu companheiro de vida num relato intimista, marcado por uma sensibilidade única.

É uma história sobre a intensidade que só as grandes relações têm e reflete sobre a doença e a morte, a probabilidade e o acaso, a saudade e o amor.

Livros de Romance: O Deus das Moscas

Um romance que se tornou uma lição sobre a natureza humana

O Deus das Moscas de William Golding

A história como ouvi falar deste livro de romance pela primeira vez é curiosa. Ao contrário do que habitualmente acontece, não o encontrei numa prateleira à minha espera, nem me foi oferecido ou sugerido por um amigo.

Enquanto lia outro livro, o autor partilhou como a leitura desta obra o impactou. Fiquei de imediato curioso com o enredo:

Um avião despenha-se numa ilha deserta e os únicos sobreviventes são um grupo de rapazes. À medida que o tempo avança, a sensação inicial de euforia e liberdade dos jovens começa a fraquejar, resultando em atitudes primitivas.

Partindo desta premissa para o desenrolar da narrativa, o escritor inglês, prémio Nobel da Literatura, reflete sobre as inúmeras ambiguidades do ser humano. É considerado por muitos “um livro de leitura obrigatória” e eu não podia estar mais de acordo.

Livros de Romance: A Breve Vida das Flores

Um livro que nos oferece uma nova perspetiva sobre a vida

A Breve Vida das Flores de Valérie Perrin

Confesso que tive alguma resistência para começar a ler este livro de romance, talvez por não ser, aparentemente, o género com que mais me identifico, no entanto fiquei convencido pelas críticas positivas que recebeu.

Uma das avaliações que me persuadiu foi a comparação que um leitor fez entre esta obra e a “A Sombra do Vento” (fica a dica extra!).

Este romance contém notas de humor e está extraordinariamente bem escrito. É palco de um enredo cuidadosamente estruturado e fala-nos de uma mulher que, contra tudo e contra todos, nunca deixou de acreditar na (sua) felicidade.

Livros de Romance: As Intermitências da Morte

Um romance que mudou a minha relação com a morte

As Intermitências da Morte de José Saramago

Falar sobre livros que tocam vidas é falar, incontornavelmente, de José Saramago, o Nobel da Literatura que não deixou ninguém indiferente.

De todo o espólio do autor, este foi o título que, até ao momento, mais me marcou pela sua genialidade na abordagem ao tema da morte.

A narrativa, sempre com um travo de ironia, tem como objetivo humanizar o fim da vida.

A frase que inicia o livro “No dia seguinte ninguém morreu" é o ponto de partida para a dissertação feita, ao longo das mais de 200 páginas, sobre o sentido da nossa existência.

Como tão bem o poeta italiano Giuseppe Giusti escreveu: “Um livro não vale a pena se não muda quem o lê”. Eu não podia estar mais de acordo. A arte, independentemente da sua forma, existe para nos inquietar, para questionar, para nos dar novas perspetivas. É verdade que existem obras que não nos tocam tanto, mas acredito que depois de leres pelo menos um destes romances, nunca mais vais duvidar do poder transformador da literatura.
Manuel Clemente

Manuel Clemente

Conhece todos os posts

Partilhar

Gostaram deste artigo?

Artigos Relacionados