Ver todos os artigos Let´s Talk

Família e Maternidade, Lifestyle

Exercício Físico na Gravidez: vantagens e cuidados

22 Outubro, 2019 Bloggers Convidados

exercicio fisico na gravidez

EXERCÍCIO FÍSICO NA GRAVIDEZ

A adopção de um estilo de vida saudável, do qual o exercício regular faz parte, está na ordem do dia e a gravidez é sem dúvida um excelente pretexto para motivar a mulher para esta prática.

O exercício físico traz inúmeros benefícios tanto para a mãe como para o bebé. Nomeadamente estimula o crescimento celular, promove uma saudável gestão do aumento do peso na gravidez e até pode fazer com que durma melhor.

Médicos da especialidade concordam que todas as mulheres grávidas saudáveis e sem contraindicações devem ter, pelo menos, 30 minutos de exercício físico diário e prescrito de forma adequada a cada trimestre da gravidez.

Por isso, se sente que tem dificuldade em estabelecer o hábito da prática de exercício físico, ou em arranjar motivação para o fazer, a gravidez é uma fase privilegiada para dar o 1º passo. Afinal, como é que se consegue resistir ao argumento de que “é o melhor para o seu bebé”?

As principais vantagens de praticar exercício na gravidez são:


  • Vai sentir mais ENERGIA! Sente-se cansada? O exercício físico regular e consistente fortalece o sistema cardiovascular e aumenta a resistência à fadiga.

  • Melhora a disposição. O exercício físico reduz o stress e a ansiedade.

  • Promove a libertação de hormonas pelo organismo que provocam uma sensação de bem-estar e aumentam a tolerância à dor, diminuindo naturalmente as sensações de desconforto típicas provocadas pela gravidez (dores na região lombar, pés inchados, etc).

  • Reduz o risco de pré-eclampsia e diabetes gestacional.

  • Promove um sono mais reparador.

  • Prepara o seu corpo para o parto. O parto é fisicamente exigente. Ao praticar exercício na gravidez vai aumentar a força e a resistência física.

  • Torna a gestão do aumento do peso mais fácil e dentro da zona saudável, tanto para a mãe como para o bebé.

  • Promove uma recuperação do parto mais rápida ao nível do peso, da composição corporal, do fortalecimento muscular necessário após o parto e, não menos importante, a auto-estima.

  • Melhora a sua auto-imagem, pois irá sentir-se mais tonificada, enérgica e com maior capacidade de adaptação às grandes transformações corporais que ocorrem na gravidez.

Porquê um plano de treino específico para grávidas?

Durante a gravidez o corpo passa por muitas mudanças. É de primordial importância selecionar o tipo de treino que tenha em consideração essas mesmas alterações em função de cada trimestre da gravidez e naturalmente adequadas a cada mulher em particular. Não se trata de um plano de treino adaptado, mas sim específico para cada mulher, de acordo com o seu historial clínico e de exercício, adequado a cada fase da gravidez.

Há 3 mudanças que ocorrem no corpo da mulher, durante a gravidez, que implicam uma prescrição de treino específica:

1. Alterações nas articulações – o aumento da produção hormonal, especificamente progesterona e relaxina, durante a gravidez promove hipermobilidade e laxidão articular. Isto torna as articulações mais móveis, fator essencial para facilitar o parto. Por esta razão, deve evitar movimentos bruscos, alongamentos excessivos, treino intenso, exercícios com saltos ou de alto impacto, pois aumentam o risco de lesão e não são adequados ao normal enfraquecimento muscular do pavimento pélvico, parede abdominal e lombar.

2. Equilíbrio – durante a gravidez, o centro de gravidade do corpo da mulher desloca-se para a frente e a cintura pélvica roda para a frente e para baixo também. A mãe vai compensar este deslocamento com a alteração da sua postura de forma a manter o seu equilíbrio estável. Isto coloca em stress todas as articulações e músculos, sobretudo da coluna lombar e zona pélvica. O risco de desequilíbrio e queda aumenta à medida que a barriga cresce e a gravidez avança. Durante a gravidez deverá ser trabalhada toda a musculatura que naturalmente irá garantir o equilíbrio da grávida. Uma combinação de trabalho de fortalecimento muscular, correção postural e alongamentos são importantes para atenuar os normais e naturalmente crescentes desconfortos típicos da mulher grávida.
Artigo escrito por Mafalda Antunes do blog Pretty Fit by Mafalda Antunes.
Bloggers Convidados

Bloggers Convidados

Conhece todos os posts

Artigos Relacionados